CURSO ON-LINE     ESCRITAS PARA TEATRO

Curso prático e intensivo de escritas para teatro.  Apresentação de vários processos menos

convencionais de escrita - a fragmentação e a elaboração de textos colectivos.  

A importância da reescrita no processo criativo dos espetáculos.


PLANO DAS SESSÕES

Sessão 1:

Breve introdução sobre as escritas contemporâneas para cena. Exercícios individuais de escrita. 

Leitura e discussão dos textos produzidos durante a aula.

Sessão 2:

Exercícios de escrita - monólogos e solilóquios. 

Leitura e discussão dos textosproduzidos.

Sessão 3:

Exercícios de escrita - diálogos e triálogos.

 Leitura e discussão dos textos produzidos.

Sessão 4: 

Exercícios colectivos de escrita.

 Leitura e discussão dos textos produzidos.


Nota: Caso exista interesse por parte dos grupos de formandos, poderá criar-se níveis seguintes (Escritas de Cena II e III).


INSCRIÇÕES ATÉ 31 de Maio 

DATAS: todas as segundas-feiras de Junho

HORÁRIO: das 18h às 20h (4 sessões/8 horas)

PÚBLICO ALVO: Jovens e adultos

PRÉ-REQUISITOS: Material de escrita confortável para os formandos (caderno,

computador, smartphone, tablet, etc.)

FORMADORA: Cláudia Lucas Chéu

PREÇO: € 100 (desconto de 10% para estudantes)

BIOGRAFIA DA FORMADORA:

Cláudia Lucas Chéu nasceu em Portugal, em 1978. Poeta, romancista, contista, dramaturga e argumentista. Frequentou o curso de Línguas e Literaturas Modernas (FCSH) e concluiu o curso de Formação de Atores (ESTC). Tem publicados os textos para cena Poltrona - monólogo para uma mulher; Glória ou como Penélope Morreu de Tédio, pelas edições Bicho-do-Mato/ Teatro Nacional D. Maria II; A Cabeça Muda, pela Cama de Gato Edições; Veneno (Coleção Curtas da Nova Dramaturgia - Memória), Edições Guilhotina, 2015. Em prosa poética, publicou o livro Nojo, (não) edições. E em poesia, o livro Trespasse, Edições Guilhotina, 2014 e Pornographia, Editora Labirinto, 2016. Em 2017, foi publicado o seu livro Ratazanas (poesia), pela Selo Demónio Negro, em São Paulo (Brasil). Publicou, em 2018, o seu primeiro romance Aqueles Que Vão Morrer, Editora Labirinto, e Beber Pela Garrafa (poesia), pela Companhia das Ilhas. Acaba de publicar o seu primeiro livro de contos - A Mulher-bala e outros contos, Editora Labirinto, 2019. Escreve contos às terças-feiras no P3 do jornal Público. É mãe. Vive mal sem caminhadas, Bach e batatas fritas.


inscrições em breve